Sun. Dec 4th, 2022


A Espanha conquistou uma vaga na final da Liga das Nações depois que o gol do atacante Álvaro Morata garantiu a vitória por 1 x 0 sobre os anfitriões Portugal na terça-feira, garantindo o primeiro lugar do grupo.

Portugal dominou a partida, mas a Espanha permaneceu na disputa e, aos 88 minutos, Morata acertou a bola para silenciar a maior parte do estádio lotado, depois que uma bola longa na área de Dani Carvajal foi cabeceada por Nico Williams.

A Espanha terminou no topo da Liga A-Grupo 2 com 11 pontos em seis jogos, um ponto acima de Portugal, segundo colocado, que só precisava de um empate para garantir uma vaga nas meias-finais.

Os espanhóis juntam-se à Croácia, Itália e Holanda na fase final do próximo ano.

“Foi um jogo difícil, mas mantenho a atitude da equipe. Fizemos um grande esforço”, disse Morata a repórteres. “Se fomos eliminados, tinha que ser deixando tudo em campo e foi assim que foi mais uma vez para nós.

“Sempre que a Espanha tem de aparecer em grandes jogos, nós o fazemos. É assim que o fazemos e esta noite voltamos a fazê-lo”.

Foi um duro golpe para o Portugal de Cristiano Ronaldo, que criou várias oportunidades, teve o controlo total durante a maior parte do jogo e parecia tão perto de garantir um lugar na fase final.

Os anfitriões quase abriram o placar aos 32 minutos, com Diogo Jota, que recebeu um passe longo de Bruno Fernandes e acertou um chute no canto superior direito que Unai Simon evitou com uma brilhante defesa de uma mão.

Cinco minutos depois, Fernandes quase marcou o próprio golo, quando rematou cruzado para a rede lateral com um remate tão próximo que os adeptos da casa pensaram que era um golo.

A Espanha parecia perdida e confusa no que parecia ser outro desempenho medíocre depois de perder por 2 a 1 em casa para a Suíça no sábado.

O técnico da Espanha, Luis Enrique, surpreendeu com sete mudanças no time titular, deixando Sergio Busquets, Gavi, Pedri e Jordi Alba no banco de reservas.

Foi só quando ele fez quatro substituições no segundo tempo que a Espanha acordou e conseguiu seu primeiro chute no alvo do jogo aos 70 minutos por meio de Morata.

O atacante do Atlético de Madrid quase marcou aos 76 minutos, quando disparou um chute de longa distância no canto inferior direito que Diogo Costa evitou com uma excelente defesa de uma mão.

Ronaldo se esforçou muito para marcar, mas seu jogo foi muitas vezes errático e ele não conseguiu se conectar com sucesso com seus companheiros de equipe, que continuaram perdendo chances e deixaram a Espanha no jogo, permitindo que Morata fosse o herói novamente com seu gol tardio.

Sérvia sobe para a Liga A

Aleksandar Mitrovic, da Sérvia, comemora gol
Imagem:
Aleksandar Mitrovic, da Sérvia, comemora gol

Em outro lugar, Sérvia O atacante Aleksandar Mitrovic marcou seu 50º gol pela seleção Noruega com uma vitória por 2-0 para liderar o Grupo 4 da Liga das Nações B e ganhou a promoção para a Liga A.

A Sérvia terminou a campanha com 13 pontos em seis jogos, três à frente da segunda colocada Noruega, que teria vencido o grupo com um empate. A Eslovênia terminou em terceiro com seis pontos, com a última colocada Suécia rebaixada para a Liga C com quatro pontos.

O norueguês Erling Haaland quase conseguiu um início perfeito para o time da casa, mas seu primeiro chute aos 20 segundos foi brilhantemente defendido por Vanja Milinkovic-Savic, dando o tom para uma noite frustrante para o atacante.

Dusan Vlahovic deu vantagem aos visitantes aos 42 minutos, quando Filip Kostic puxou a bola para trás e o atacante atirou por entre as pernas para a rede.

Mitrovic, que já era o maior artilheiro da Sérvia, dobrou a vantagem de seu time aos nove minutos do segundo tempo com uma finalização tipicamente precisa de um passe de Ivan Ilic, e quase marcou um segundo com um cabeceamento aos 76 minutos.

Com o estádio Ullevaal lotado, a Noruega fez o seu melhor, mas não teve a astúcia de derrubar a Sérvia, que enfrentará Brasil, Camarões e Suíça no Grupo G da Copa do Mundo do Catar, para a qual a Noruega perdeu a classificação.

República Checa rebaixada para a Liga B

O suíço Breel Embolo, à esquerda, comemora a vitória
Imagem:
O suíço Breel Embolo, à esquerda, comemora a vitória

Enquanto isso, dois gols em um minuto de Remo Freuler e Breel Embolo Suíça para uma vitória por 2 a 1 sobre o azarado República Checa no Kybunpark na quarta-feira, resultado que rebaixa os tchecos da Liga A das Nações.

A Suíça, que está destinada à Copa do Mundo, terminou em terceiro no Grupo 2, com nove pontos em seis jogos, dois atrás da campeã Espanha, enquanto a República Tcheca conseguiu apenas quatro pontos na campanha.

Freuler cabeceou um cruzamento de Xherdan Shaqiri para a rede aos 29 minutos e logo no início do jogo Embolo recebeu um passe solto, correu para a entrada da área e chutou rasteiro no canto inferior.

Os visitantes reduziram a desvantagem antes do intervalo, quando Patrik Schick marcou de pé esquerdo após cruzamento rasteiro de David Zima, enquanto mais tarde Tomas Soucek viu seu pênalti defendido pelo goleiro suíço Yann Sommer em uma noite difícil para os visitantes, que também marcou o gol. armação do gol em duas ocasiões.



By roaws