Thu. Feb 9th, 2023


Futebol Futebol - Copa do Mundo da FIFA Catar 2022 - Grupo G - Camarões x Brasil - Lusail Stadium, Lusail, Catar - 2 de dezembro de 2022 Nicolas Moumi Ngamaleu, dos Camarões, com companheiros de equipe parece abatido quando Camarões é eliminado da Copa do Mundo

Copa do Mundo da FIFA Catar 2022 – Grupo G – Camarões x Brasil – Lusail Stadium, Lusail, Catar – 2 de dezembro de 2022 Nicolas Moumi Ngamaleu, camaronês, com companheiros de equipe parece abatido com a eliminação de Camarões da Copa do Mundo REUTERS/Dylan Martinez

LUSAIL, Catar – Um gol no final do capitão Vincent Aboubakar encerrou a espera de 20 anos de Camarões por uma vitória na Copa do Mundo, enquanto os Leões Indomáveis ​​se despediram em grande estilo ao derrotar um Brasil muito mudado por 1 a 0 no Estádio Lusail na sexta-feira.

Com a classificação já garantida após vitórias sobre Sérvia e Suíça, o Brasil ainda venceu o Grupo G, à frente da Suíça no saldo de gols, e enfrentará a Coreia do Sul, vice-campeã do Grupo H, que venceu Portugal por 2 a 1, na próxima rodada.

Camarões, cuja última vitória na Copa do Mundo foi em 2002 contra a Arábia Saudita, esteve em desvantagem durante a maior parte da partida, mas voltou à vida após a morte. Aboubakar cabeceou Ederson e foi expulso por receber o segundo amarelo por tirar a camisa em comemoração.

A vitória foi a primeira de Camarões contra o Brasil na Copa do Mundo e a primeira derrota do gigante sul-americano para adversários africanos na final.

O Brasil teve de longe a maior posse de bola e criou muito mais chances do que seus adversários, mas no final foi Camarões quem obteve a única estatística que realmente conta.

“Dominamos a partida e tivemos várias chances, só faltou um gol”, disse o brasileiro Eder Militão.

“Devíamos ter marcado, mas a falta de atenção numa jogada permitiu-lhes marcar. É frustrante, considerando a forma como jogamos.”

A partida foi disputada em uma atmosfera relativamente moderada no cavernoso Lusail Stadium, o maior local do torneio, com os reservas do Brasil ansiosos para impressionar, mas o time de Tite incapaz de mostrar seu talento habitual.

Gabriel Martinelli foi o jogador mais animado do Brasil e quase colocou os pentacampeões na frente aos 14 minutos, quando foi acertado por um passe de Fred por cima, mas o cabeceamento do atacante do Arsenal provocou uma bela defesa de Devis Epassy.

Camarões quase não ofereceu nenhuma ameaça de ataque até os acréscimos do primeiro tempo, quando o cruzamento de Nicolas Moumi Ngamaleu foi recebido com uma cabeçada poderosa de Bryan Mbeumo, que Ederson arrancou com uma mão em plena extensão.

Tite viu o suficiente e fez uma tripla troca logo após o intervalo, colocando Marquinho no lugar do lesionado Alex Telles, e substituindo Rodrygo e Fred por Everton Ribeiro e Bruno Guimarães.

Os substitutos levaram o Brasil a uma repentina onda de chances, com Epassy forçado a entrar em ação três vezes em poucos minutos.

Primeiro, Martinelli picou as mãos do goleiro camaronês com um chute instantâneo aos 56 minutos.

Em seguida, Militão tentou a sorte no escanteio seguinte, persuadindo um fumble do goleiro camaronês, que se recuperou para embaralhar a bola para a segurança, antes que o animado Antony entrasse em ação, forçando Epassy a uma defesa em mergulho para evitar seu curling esforço.

Tite colocou Pedro aos 64 minutos e Raphinha aos 79, enquanto o Brasil buscava salvar seu recorde perfeito no grupo, mas Camarões segurou até Aboubakar chegar no lugar certo na hora certa para aproveitar o momento.

HISTÓRIAS RELACIONADAS

Leia a seguir

Não perca as últimas notícias e informações.

Assine o INQUIRER PLUS para obter acesso ao The Philippine Daily Inquirer e outros mais de 70 títulos, compartilhe até 5 gadgets, ouça as notícias, faça o download a partir das 4h e compartilhe artigos nas redes sociais. Ligue 896 6000.

Para comentários, reclamações ou dúvidas, entre em contato conosco.



By roaws