Sat. Oct 1st, 2022


Miragem de Assassin’s Creed foi praticamente confirmado graças a vários vazamentos e relatórios. E agora a Ubisoft acaba de tornar oficial. A empresa acaba de revelar Miragem de Assassin’s Creed com algumas artes conceituais, dizendo que mais virão durante o evento Ubisoft Forward ao meio-dia PT em 10 de setembro.

O tweet de anúncio não contém mais informações, mas a imagem parece confirmar os relatos de que será ambientado no Oriente Médio. Tais relatos deixaram claro que acontecerá em Bagdá no século IX e estrelará ValhallaBasim.

Assassin's Creed Mirage é anunciado oficialmente após vazamento de imagens

Não ficou claro se a Ubisoft estava planejando revelar Miragem antes do evento Forward. O primeiro relatório do jogo foi divulgado em fevereiro e depois apareceu novamente em julho, quando supostamente foi adiado internamente para a primavera de 2023. Outro relatório apareceu no início desta semana com muitas das mesmas informações. No entanto, o vazamento final foi o mais contundente, já que a arte principal de seu DLC vazou e foi compartilhada de forma desenfreada online. Muitas dessas imagens foram retiradas, mas mostrava um personagem em um cenário do Oriente Médio e foi chamado de A Missão dos Quarenta Ladrões, provavelmente uma referência ao conto popular “Ali Baba e os Quarenta Ladrões”. Afinal, os contos folclóricos locais costumam entrar nos jogos da Ubisoft.

RELACIONADOS: O vídeo explicativo de Assassin’s Creed Valhalla detalha o próximo modo Roguelite gratuito

Essa não é a única Assassin’s Creed boato, pois houve relatos e conversas soltas em torno de uma remasterização ou remake da primeira entrada (dadas imagens aprimoradas do primeiro jogo e um novo logotipo), uma busca cruzada entre Origens e Odisseia (como sugerido por um dublador), e uma configuração japonesa para Assassin’s Creed Infinito, o próximo jogo de serviço ao vivo. A confirmação ou a falta dela provavelmente virá no evento Ubisoft Forward ou no Assassin’s Creed transmissão em setembro.

MAIS: The Last of Us Part I Review: um clássico que resistiu e sobreviveu



By roaws